domingo, 22 de outubro de 2017

O Vazio!

O vazio é necessário, é um pouco angustiante, pois estamos acostumados a ter expectativas de tudo e estamos sempre ansiosos de que o futuro será melhor. Tudo está mudando em mim, meu presente está cada vez mais intenso e o vazio também, não vazio de futilidade, mas um vazio de limpeza total, como se tudo que não funcionava na minha vida estivesse escapulindo pelos dedos, escorregando como água. Fico aqui parada a pensar nesta fase vazia, onde não sei o que fazer. Apenas silencio, respiro, leio, durmo...me sinto leve, muito leve. Aprendi muito nestes últimos anos que busquei o auto conhecimento através dos livros, mas nada igual a ter experiencias, essas são as melhores. As pessoas nos ensinam bastante, mesmo sem querer. Através de uma pessoa muito querida, aprendi uma lição que mudou a minha vida e está me proporcionando ser a melhor versão de mim. Não vou dizer que foi uma lição fácil, passei por turbilhões de emoções: só chorei, quando comia vomitava e chorava de novo até dormir. Não vou dizer que esta pessoa em questão foi culpada, por que não foi, eu que criei expectativas fantasiosas em relação à pessoa. A pessoa foi perfeita, muito mais que eu pudesse imaginar. Agradeço por ela ter entrado na minha vida, mesmo que parecendo um furacão, por que aprendi muito, muito mesmo. Hoje sei de coisas que sem ela jamais teria aprendido em nenhum livro. E é por isso que as pessoas passam por nossas vidas. O certo que quando o sofrimento passou, percebi que ainda tinha que mudar muitas coisas no meu interior, fazer uma limpeza de tudo que não quero e desde então tenho feito este trabalho minucioso dentro do meu ser. O mais engraçado desse negócio de viver no presente é que saímos da procrastinação, por que fazemos tudo que está no nosso alcance e a vida vai andando naturalmente, projetamos o futuro sem ansiedade, pois sabemos que vamos colher o que plantamos agora. O bom disso é que sinto que o novo está chegando e tem espaço, pois tudo que é velho está indo embora. É uma fase diferente, que faz a gente pensar: O que será que vai acontecer agora? E a resposta: Eu não sei. Não há expectativas de nada, mas a gente se sente bem com tudo, com as pessoas e nos lugares, por que não esperamos nada de nenhuma situação, nem de ninguém, apenas contatos são trocados. Gratidão a vida por me proporcionar tantos aprendizados e que esta pessoa seja eternamente abençoada por me ensinar tanto em tão poucos momentos. A vida é assim, ela não fica parada, sempre colocando pessoas como espelhos para nos mostrar a sujeirinha ali escondida debaixo do tapete. A vida é sempre perfeita!

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Rita - uma das alunas auxiliares do 7 ano no Maria Pinheiro. Gratidão!